Print this page

Dor na coluna vertebral

 

A coluna vertebral é composta por 7 vértebras cervicais, 12 vértebras torácicas, 5 vértebras lombares, 5 vértebras sacrais e pelo cóccix. A lombalgia é a dor localizada entre a parte mais baixa do dorso entre última costela e a prega glútea. É a quinta causa de consulta médica e estima-se que 65 a 90% da população apresentará pelo menos um episódio de lombalgia ao longo da vida. No Brasil, dores na coluna vertebral foram a principal causa de afastamento trabalhista no ano de 2010. Além da coluna vertebral em si, várias estruturas adjacentes à coluna, como ligamentos e músculos, podem ser responsáveis pela origem da dor e apenas em aproximadamente 30% dos casos se observa um fator anatômico identificável em exames de imagem (correlação clínico-radiológica). Pode ser classificada como aguda (menos de 4 semanas), subaguda (4 a 12 semanas) e crônica (mais de 12 semanas). Podem ser citadas como causas: alterações mecânicas (osteoartrite, hérnia de disco, etc), doenças inflamatórias (espondiloartrite), doenças infecciosas (espondilodiscite, osteomielite), doenças metabólicas (cristal, ocronose), como repercussão de doença sistêmica (metástase óssea, neoplasia primária) ou ser dor referida de outro local (por exemplo, aneurisma de aorta). Diante de um paciente com lombalgia, deve-se estar atento para os chamados “sinais de alerta” ou “redflags”, ou seja, quando a dor pode estar relacionada com maior potencial de morbimortalidade e implica em investigação de doenças inflamatórias, infecciosas e neoplásicas com exames complementares, mesmo em quadros de início recente.

Sinais de alerta na lombalgia

  • Idade < 18 anos ou Idade > 55 anos
  • Febre
  • Sudorese noturna
  • Perda peso inexplicável
  • Dor inflamatória
  • Dor noturna (principalmente na segunda parte da noite)
  • Traumatismo recente grave
  • Imunossupressão
  • Antecedente de neoplasia ou infecção recente
  • Déficit neurológico ou motor progressivos
  • Alteração esfíncter urinário ou fecal – Síndrome da cauda equina